Presidente do Amigos do WT exaltou a escolha certa por concentrar os jogadores antes do jogo contra a Liga FC

Wita também lembrou da "oposição", torcedores que estão sempre contra sua equipe, mas disse que está pronto para outros desafios

Por Willian Reis em 04/08/2022 às 12:49:25

Foto: Alan Cosme

O maior espetáculo da temporada 2022 do futebol amador de Mato Grosso aconteceu no último sábado (30), quando Amigos do WT e Liga Futebol Clube demonstraram futebol do mais alto nível na primeira fase do Campeonato Peladão. O triunfo do Amigos do WT continua repercutindo, e desta vez a avaliação veio do presidente da equipe que representa o bairro Jardim Florianópolis, que levou a melhor no confronto.

Wita fez questão de ressaltar a presença do grande público, a festa da sua torcida, que compareceu em maioria por jogar em casa, e também os "opositores", torcedores que queriam ver a derrota da sua equipe. "Primeiramente eu quero elogiar a linda torcida que veio hoje. E eu sou grato até por aqueles que estão contra, porque as vezes, um grito 'VAI!' pode vim da outra torcida para o jogador adversário, mas quem está dentro de campo, da nossa equipe, acha que o grito é pra ele, e isso ajuda a empurrar a equipe", iniciou em sua fala.

O presidente demonstrou confiança no projeto que está realizando com a equipe. Nos últimos meses, o Amigos do WT tem encarado diversos desafios no futebol amador. atualmente está classificado para o mata-mata da Copa Ralinha Lucksports, no bairro Dom Aquino, e começou com pé direito no "Peladão". "Muitas vezes, quanto mais oposição, mais contra, nós queremos. Pode vir, que manteremos a humildade para continuar buscando as vitórias", disse o dirigente.

Um fator que chamou a atenção do grande público do futebol amador foi o fato da agremiação concentrar um dia antes do jogo, para manter os atletas preservados fisicamente e evitar que eles jogassem por outras equipes e que também perdessem noite em baladas. O investimento surtiu efeito, e WT explicou porque tomou a decisão de "segurar" os jogadores.

- Se não tivesse concentração, não existiria profissionalismo. Se deixasse os atletas jogando por outras equipes, bebendo, poderia nos prejudicar. Entramos em um consenso, jogadores aceitaram, tivemos apoiadores pra executar esse plano e deu certo - finalizou.

Comunicar erro

Comentários

728X90