“O intuito é tornar o Atlético-MT um clube formador”, diz Carlos Saroba, presidente do clube

Gestor da tradicional agremiação que retorna ao futebol profissional 2020, diz que as categorias de base terão atenção especial

O site A BOLA DA VEZ MT visitou as instalações do Centro de Treinamento do Atlético Matogrossense, e conversou com o presidente Carlos Saroba sobre os planos do clube depois da sua reativação. O mandatário que trabalhava somente com categorias de base, falou sobre o desafio de tocar uma agremiação no futebol profissional.

A gestão é feita em conjunto com Gianni Freitas, que também estará na função de técnico. Com ideias para profissionalizar o seu trabalho, que já completaria quatro anos, Saroba resolveu dar um passo a mais, e colocar em prática o projeto de adquirir um clube de futebol. Com uma oportunidade única de mercado, o Atlético-MT foi o escolhido para ser adquirido.

“O Atlético surgiu em nossas vidas através de uma conversa com o professor Gianni, que era uma pessoa que eu queria no meu projeto esportivo. Com a chegada dele começamos a profissionalizar o nosso projeto”, disse o presidente.

“Foi realizada a aquisição do Atlético, fizemos a alteração para “clube-empresa” e agilizamos a documentação do clube junto a FMF e a CBF, e já vamos disputar a primeira competição oficial nossa, que é a segunda divisão estadual. E o nosso objetivo é conquistar o acesso para o Estadual 2021”, completou.

O dirigente é ciente de que colocar o clube em evidência no futebol profissional é necessário para dar continuidade na formação de atletas. E engana-se quem pensa que as categorias de base serão esquecidas pelo clube. Segundo Saroba, a ideia é deixar um legado em Mato Grosso, se tornando referência na formação de atletas de futebol.

“Muitos perguntam se pelo fato de estarmos com atividades apenas no futebol profissional, se acabamos com as categorias de base. Hoje no elenco profissional tem 8 atletas da nossa base, e o intuito é tornar o Atlético-MT um clube formador, e para isso, as categorias de base continuarão tendo a nossa devida atenção”, finalizou.